Com a estratégia certa, o resultado aparece

O jabuti foi admitido como professor na área de estratégia de negócios, mas sua admissão foi contestada em razão de seus movimentos lentos e ninguém o enxergava como estrategista. Logo na primeira aula o avestruz resolveu provocá-lo: “Mestre, se um produto é lançado no mercado...

364

O jabuti foi admitido como professor na área de estratégia de negócios, mas sua admissão foi contestada em razão de seus movimentos lentos e ninguém o enxergava como estrategista.

Logo na primeira aula o avestruz resolveu provocá-lo:

“Mestre, se um produto é lançado no mercado e rejeitado pelo consumidor, qual atitude que o estrategista deve tomar?”

A resposta foi simples:

“Humildade. Se existe convicção sobre sua qualidade, convém insistir, analisando-se as prováveis causas da rejeição e reformulando a estratégia. A aceitação é uma questão de tempo”.

Em continuidade às provocações, um pequeno grupo no fundo da sala solta risadas estridentes, numa rodada de piadas. O jabuti discretamente aproximou-se do grupo e sentenciou para todos ouvirem:

“Paciência. É preciso muita paciência para realizar uma missão transformadora”. Com isso desconcertou os provocadores e retornou a aula”.

Maliciosamente, a raposa perguntou:

“Quando o ambiente é hostil e nos sentimos indesejáveis, é válido sermos humildes e pacientes? Não estaremos agravando a situação?”.

O professor refletiu e disse:

“Caro aluno, Esperança é a palavra de ordem. Desistir é aceitar o fracasso, inadmissível para quem tem uma missão a cumprir e acredita nela. Com esperança tudo se resolve!”.

Os meses se passaram rapidamente e o ano letivo terminou. Por todo o campus da universidade, viam-se cartazes coloridos, com o retrato do jabuti e os dizeres:

“Humildade. Paciência. Esperança. Jabuti para Reitor!”.

Amigo leitor, não importa divulgar o resultado da votação entre os alunos, o que realmente importa é que o professor cumpriu sua missão com sabedoria.

Confúcio, pensador e filósofo chinês certa vez disse:

“Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha”.

O poeta alemão Charles Bukowski  viveu e morreu nos Estados Unidos no século passado e se tornou um escritor popular na América. Em um de seus livros deixou o seguinte ensinamento:

“As pessoas que resolviam as coisas em geral tinham muita persistência e um pouco de sorte. Se a gente persistisse o bastante, a sorte em geral chegava. Mas a maioria das pessoas não podia esperar a sorte, por isso desistia”.

Fica a lição!


Dê sua opinião