Descobri que usaram meu nome ilegalmente, e agora, o que fazer?

Recebi e-mail de internauta de nome Maria José, que mostrava-se desesperada pois ficou sabendo pelo gerente do Banco onde tem conta, que seu nome estava negativado no SPC/Serasa. O problema é que ela alega não possuir uma dívida sequer e que todas as suas compras...

475

Recebi e-mail de internauta de nome Maria José, que mostrava-se desesperada pois ficou sabendo pelo gerente do Banco onde tem conta, que seu nome estava negativado no SPC/Serasa.

O problema é que ela alega não possuir uma dívida sequer e que todas as suas compras procura pagar à vista para escapar dos juros exorbitantes. A Maria José comentou que o gerente acessou suas informações cadastrais e verificou que em nome dela fora feito financiamento de veículo e que várias parcelas não foram saldadas, por esse motivo o nome dela foi para o lamaçal. A internauta me explicou que tinha apenas um veículo, ano de fabricação 2010 e que estava quitado.

Imediatamente solicitei o CPF dela e entrei no site do Detran/SP www.detran.sp.gov.br, que está com novo serviço gratuito que permite consultar se existem ou não veículos registrados em nome a pessoa. Uma rápida consulta apontou que em nome da Maria José constava a propriedade de dois veículos. Expliquei que ela, provavelmente, tinha sido vítima de estelionatária e que deveria imediatamente registrar Boletim de Ocorrência e levar cópia do documento à empresa que fez financiamento do carro em seu nome e exigir que seu CPF fosse retirado da lista negra de devedores. Informei, ainda, que ocorrendo negativa da empresa, ela teria que buscar seus direitos na esfera cível.

O certo é que através de documentos falsos alguma mulher se passou pela Maria José. Esse novo serviço do Detran é bastante importante também para aqueles que precisem comprovar renda ao pleitear bolsa de estudos ou algum benefício do governo, por exemplo. Alerto ao leitor sobre outra problemática, a da possibilidade de linhas celulares em seu nome que tenham origem desconhecida.

É importante frisar, que a cada 15 segundos uma tentativa de fraude acontece no Brasil com uso indevido de CPF de terceiros.

O Serasa possui serviço chamado Anti-Fraude, que avisa por e-mail e mensagem de celular toda vez que CPF cadastrado for consultado em compra no comércio, empréstimos bancários, se uma empresa foi aberta em no nome e se está prestes a ser negativado; informa, ainda, relação dos números de telefones que estão cadastrados no CPF e parcelas atrasadas que podem gerar negativação.


Dê sua opinião