Lordello faz alerta sobre furtos em apartamentos

São inúmeros casos na cidade de São Paulo e região do ABC de arrombamentos de apartamentos. O morador descobre a invasão quando retorna ao lar. Normalmente, a porta do imóvel foi aberta de forma violenta. No final do mês de maio/2018 tive contato com um...

969

São inúmeros casos na cidade de São Paulo e região do ABC de arrombamentos de apartamentos. O morador descobre a invasão quando retorna ao lar. Normalmente, a porta do imóvel foi aberta de forma violenta.

No final do mês de maio/2018 tive contato com um morador de prédio de classe média no bairro de Perdizes/SP, que foi vítima de arrombadores. O desfecho do caso poderia ter sido trágico, conforme o relato que passo a transcrever:

“A gente nunca acredita que vão entrar bem no nosso prédio, mas, infelizmente, o pior aconteceu. Um jovem bem aparentando ludibriou o porteiro e teve a entrada liberada. Ele se dirigiu para o meu andar e começou a arrombar a porta da minha unidade. Provavelmente sabia que eu não estava em casa. Como o marginal excedeu no barulho, um vizinho ouviu e ligou para a guarita. O porteiro avisou o zelador, que resolveu ver o que estava acontecendo. Chegando no andar indicado, deu de cara com o bandido em posse de uma chave de fenda grande. O zelador relatou que foi ameaçado com a ferramenta e desceu correndo pela escada de incêndio. Ao chegar na portaria acionou a polícia pelo fone 190 e passou a monitorar as imagens do circuito de câmeras de segurança. O marginal conseguiu fugir pelos fundos do prédio. Pulou o muro e entrou em outro edifício, de onde conseguiu sair pela portaria”.

Outro relato curioso que recebi por e-mail aconteceu no bairro do Itaim Bibi/SP:

“Lordello, resido em condomínio de classe média alta que tem duas unidades por andar. Na semana passada, como faço diariamente, retornei para meu apartamento por volta das 19h. Quando inseri a chave na fechadura percebi que a porta estava destrancada.  Achei muito estranho e comecei a perambular pelas dependências. A princípio não notei nada revirado. Ao entrar na suíte percebi que o guarda-roupas estava aberto e havia sido subtraído um pequeno cofre eletrônico que estava apoiado em uma das prateleiras. Continha dólares, joias, passaporte e relógios que coleciono. Imediatamente, entrei em contato com o zelador e síndico que se prontificaram em analisar as imagens gravadas das câmeras de segurança, mas nada encontraram de anormal. Eles garantiram que ninguém sem autorização adentrou no prédio. Mas quem entrou em meu apartamento? Essa resposta não obtive e foi o que me deixou ainda mais preocupado, pois pode ser alguém de dentro do edifício”.

Indaguei à vítima se tinha o hábito de deixar as chaves do apartamento com terceiros e a resposta foi afirmativa:

“Realmente, tenho o costume de deixar a chave na portaria, com a empregada doméstica, zelador e até com vizinho já deixei; sem contar que às vezes escondo num vaso de planta no hall do meu andar, isso quando meu sobrinho do interior vem passar alguns dias comigo”.

Diante do exposto, deixo, inicialmente algumas dicas para os síndicos:

Treine à exaustão os funcionários da portaria para que liberem a entrada de pessoas estranhas ao prédio somente com autorização do morador ou outras pessoas por ele indicadas, tais como, empregado doméstico;

-Proteja o perímetro do condomínio com duas proteções, sendo uma física e outra eletrônica, para dificultar acesso mediante transposição de muro ou gradil

Orientações para moradores:

-A porta de entrada do apartamento deve ser reforçada, principalmente com fechadura de segurança;

-Alguns condôminos instalam alarme eletrônico residencial para detectar intrusão de suspeitos pelas portas de entrada e da sacada do imóvel;

-Adquira fechadura cuja chave não possa ser facilmente copiada

-Não deixe a chave do seu apartamento com ninguém, pois nunca saberá em quais mãos ela irá passar;   

Muita gente que mora em apartamento já está aderindo às fechaduras eletrônicas com biometria. Assim, elimina-se as chaves e ainda o equipamento registra automaticamente o horário exato da entrada e saída de pessoas. Em caso de arrombamento, alguns modelos soam alarme de pânico;

-Mantenha a porta do apartamento sempre trancada, mesmo quando estiver em casa ou for até a garagem ou outra dependência do prédio. Lembre-se que o ladrão oportunista precisa apenas de um vacilo da vítima para agir;

-Não mantenha cofre no apartamento. Essa estratégia além de ultrapassada pode atrair interesse de bandidos. Objetos, joias, dinheiro e documentos importantes devem ser guardados em cofre de banco e não no lar.


Dê sua opinião