O TRÂNSITO NO BRASIL MATA 50 MIL PESSOAS POR ANO E DEIXA 400 MIL COM ALGUM TIPO DE SEQUELA.

QUEM É O CULPADO POR ESSA TRAGÉDIA? O Brasil é um dos campeões mundiais em acidentes de trânsito com morte. Em contrapartida, nos países desenvolvidos e atentos com a cultura da prevenção, até os acidentes de pequena monta são dificeis de ocorrer. Um amigo, recentemente,...

370

QUEM É O CULPADO POR ESSA TRAGÉDIA?

O Brasil é um dos campeões mundiais em acidentes de trânsito com morte. Em contrapartida, nos países desenvolvidos e atentos com a cultura da prevenção, até os acidentes de pequena monta são dificeis de ocorrer.

Um amigo, recentemente, passou 45 dias no Japão visitando diversas cidades e ficou surpreso por não ver sequer uma discussão de trânsito, local onde encontramos o trinômio: homem, veículo e via.

Em cerca de 94% dos acidentes em nosso país, a culpa foi integral do condutor da moto ou carro. O motorista no Brasil carece de aulas de Direção Defensiva, que ensina a dirigir de modo a evitar acidentes, apesar das habituais ações incorretas dos outros e das condições adversas da pista ou do tempo.

Para que a técnica funcione, é necessário que o condutor respeite os limites de velocidade do local e mantenha distância adequada do carro da frente, pois se estiver colado, o tempo de reação para evitar um problema será mínimo. Curvas acentuadas, dirigir à noite, a aquaplanagem, dirigir sob efeito de álcool e drogas, como também o sono e o cansaço, são condições que podem anabolizar o risco de graves problemas.

Alguns princípios são importantes:

1) Prever a possibilidade de acidentes e ter habilidade de evitá-los;

2) Ser capaz de decidir com rapidez e corretamente em situações de perigo;

3) Não aceitar desafios e provocações;

4) Não abusar da autoconfiança;

5) Manter o veículo em boas condições de funcionamento;

6) Usar sempre o cinto de segurança;

7) Obedecer fielmente as leis de trânsito.

A pressa é inimiga da perfeição. O motorista atrasado para algum compromisso, pode, eventualmente, dirigir em velocidade superior a que está acostumado, aumentando, assim, as possibilidades de se envolver em um acidente.

Por isso, a prevenção no trânsito começa se saindo de casa com folga de horário, o que permite manter um percurso tranquilo, sem estresse e ter tempo de parar para tomar aquele cafezinho saboroso em total segurança.

 

JORGE LORDELLO

 


Dê sua opinião