COMO VOCÊ LIDA COM OS DESAFETOS E AS INIMIZADES?

  Se o leitor tem desafetos e até inimigos ou sente muita raiva e ódio de alguém, provavelmente está abalado emocionalmente, então, convido-o a ler atentamente a estória que segue: o discípulo perguntou ao Mestre: “Como faço para não me aborrecer?” A resposta foi enigmática: “Algumas pessoas falam demais, outras...

359

 

Se o leitor tem desafetos e até inimigos ou sente muita raiva e ódio de alguém, provavelmente está abalado emocionalmente, então, convido-o a ler atentamente a estória que segue: o discípulo perguntou ao Mestre: “Como faço para não me aborrecer?” A resposta foi enigmática: “Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam. Mas vivo como as flores”. O aluno retrucou: “ Mas como é viver como as flores?” A conclusão é esclarecedora e serve de lição de vida para todos nós: “Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim. Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora”. O Universo é equilibrado em todos os sentidos! As duas forças de atração são o positivo e o negativo. Acredito, piamente, que o mundo seria muito chato se todos fossem pessoas boas e compreensivas. O aprendizado faz parte da vida, por isso somos testados a todo momento. Cada vez que aparece alguém para te irritar, é como se fosse uma “pegadinha” de programa de televisão para ver sua reação. Será que a pessoa vai cair na armadilha ou não? Lembre-se que é na dificuldade que nos tornamos mais fortes ou experientes. Pena que muitos de nós não enxergam isso, deixando, assim, de aprender com os obstáculos que a vida impõe.

JORGE LORDELLO


Dê sua opinião