Mundo do agir e mundo do pensar – a decisão é somente sua

Um jovem muito preguiçoso, ao ser questionado por passar muito tempo deitado na cama, respondeu de forma irônica: “Todas as manhãs, sem falta, ouço argumentações jurídicas. Quando acordo, já estão aqui duas donzelas; a Atividade e a Preguiça, que me apresentam casos discordantes. Uma insiste...

351

Um jovem muito preguiçoso, ao ser questionado por passar muito tempo deitado na cama, respondeu de forma irônica:

“Todas as manhãs, sem falta, ouço argumentações jurídicas. Quando acordo, já estão aqui duas donzelas; a Atividade e a Preguiça, que me apresentam casos discordantes. Uma insiste para que eu me levante, a outra me persuade a continuar deitado. Como juiz imparcial, tenho o dever de ouvir os argumentos de ambas as partes. Para tanto, fico retido tanto tempo que, ao fim das petições, já é hora de almoçar”.

O amigo leitor certamente percebeu a interessante mensagem contida nessa estorinha. Basicamente, podemos dizer que temos dois mundos para viver:

1) Pensar

2) Agir.

É óbvio que um não vive sem o outro, mas uma pergunta não quer calar:

Em qual desses dois mundos você está mais presente?

Geralmente, quem pensa muito para fazer algo acaba não saindo do lugar.

Você concorda ou discorda dessa afirmativa?

Por outro lado, tem gente que diz que agir sem uma boa reflexão pode originar problemas. Cada um tem sua própria conclusão, mas é indiscutível que quem age adquire experiência e no futuro os acertos serão maiores que os erros.

Assim como não existe mulher “quase” grávida, temos a escolha de ser telespectadores, ou seja, apenas ficar observando o que acontece ao nosso redor, ou colocar a mão na massa e sermos protagonistas de enredo movimentado que despeja muita ação no Universo.

Para aqueles que estão em dúvida em qual dos “mundos” está navegando atualmente, segue um teste: o que alterou na sua vida nos últimos cinco anos? Piorou, melhorou ou está praticamente igual?


Dê sua opinião